Nota de esclarecimento

Nota de esclarecimento

Em virtude das questões levantadas pela matéria “O mistério da Biblioteca Parque”, publicada pelo Jornal do Brasil, ontem (06/05), esclarecemos os seguintes pontos:

1) O Centro da Memória da Eletricidade no Brasil está em negociação com a Secretaria de Estado da Cultura para a cessão do prédio da Biblioteca Parque Estadual (BPE). O primeiro passo desse processo foi dado com a assinatura, em 17 de janeiro, de um Protocolo de Intenções, entre a Secretaria e a Memória, conforme divulgado na época;

2) A Memória é uma instituição sem fins econômicos, criada em 1986, e mantida por várias empresas do Setor Elétrico Brasileiro, tendo a Eletrobras como a sua mantenedora principal;

3) Sendo o Centro da Memória uma instituição de preservação da história da energia em nosso país, especializado no tratamento técnico de acervos, estamos nos sentindo muito satisfeitos e orgulhosos por poder participar da gestão da BPE e, especialmente, da manutenção da seção de obras raras, a Guanabarina, nossa primordial responsabilidade e grande prioridade;

4) O restabelecimento imediato do acesso da população carioca ao acervo de livros, filmes, músicas e equipamento eletrônico da BPE também é entendido pela Memória como absolutamente prioritário, a partir da assinatura do Termo de Cessão do prédio em questão;

5) Além da retomada das atividades tradicionais da Biblioteca e da disponibilização, para a população carioca, do fantástico acervo lá existente, a Memória tem projetos de ampliação do uso do espaço, por meio da oferta de programação cultural e artística diversificada, incluindo atividades abrangendo seminários, oficinas, exposições, apresentações de música clássica e popular, mostras de cinema, peças de teatro e muito mais.

Comentar no Facebook

Sem comentários

Postar Comentário